A tese de mestrado em Gestão do Desporto de Fernando Madureira, líder dos superdragões, feita numa instituição politécnica do Norte (ISMAI), foi divulgada pela revista VISÂO:

O parágrafo mais importante do resumo, com as conclusões do estudo, é este:

“Pela análise da investigação que efetuamos, podemos concluir que a venda de Merchandising na Bancada Sul do estádio, que é uma óptima forma de os adeptos conhecerem os produtos e vestirem-se à “Super Dragões” e o ajuste do preço dos bilhetes à procura é também um aspeto a poder ser aproveitado de forma a aumentar o número de adeptos.”

Se não percebeu em português, tente perceber em inglês a última parte do abstract:

“By analyzing the research we perform, we can conclude that the sale of Merchandising Bench South of the stadium, which is a great way for fans to know the products and dressed to the “Super Dragões” and the price adjustment of tickets will demand is also in one aspect can be exploited to increase the number of fans.”

No corpo da “tese”, de três dezenas de páginas, onde se sucedem os erros de ortografia e pontuação, encontram-se verdadeiras “pérolas” como estas:

“No futebol actual é necessário haver uma estruturação do público em geral e sobretudo haver uma estratégia entre o clube e uma claque de apoio.”

“A ideia é desenvolver todo um conjunto de pressupostos para que o apoio seja cabrangente a todo o Estádio do Dragão, Dragão Caixa e que os adeptos possam ser essa voz”

“De acordo com a análise da literatura, verificamos que existem diferentes dimensões da qualidade relativamente aos diversos autores, bem como aos estudos por eles realizados.”

“Como referem Camara et al. (1997), podemos entender mudança como um processo, que marca num sistema, uma diferença entre um instante e outro.”

“Odiernamente, o mercado da compra online está cada vez mais seguro nas questões aliadas à venda, como corrobora Martins (cit. in Moreira, 2015) ao referir que um dos maiores receios de quem não está habituado a efetuar compras online, é o fator segurança.”

“Dentro deste conceito já é possível que um adepto possa comprar produtos alusivos à claque (Super Dragões) na página de Facebook. Podemos observer na figura 7 alguns dos produtos disponíveis e que por sua vez poderão ser comercializados.”

“A bilhética é um element crucial deste projecto. Aqui, uma boa estratégia fará com que todo o conceito seja empregue de forma eficaz e coerente junto dos adeptos do FC Porto.”

“Quando falamos de ‘futebol’, pensamos logo em dar às pessoas um canal na qual coloquem toda esperança e paixão em torno da equipa. Portanto, o futebol torna-se ainda mais importante, não não só para os adeptos, mas para todo o público que venera o futebol.”.

Enfim, as conclusões:

“Com este trabalho podemos observer o quanto importante é inovar na qualidae dos serviços em geral e nos serviços desportivos em particular, nomeadamente no futeol. ó para os adeptos, mas para todo o público que venera o futebol. Realçou-se a importânciaccomo dinamizar a Bancada Sul do Estádio do Dragão e as consequentes estratégicas que poderão ser implementadas para um melhor aproveitamento e dinamização do espaço.”

Parece que a nota final foi 17. O que menos interessa é saber se a “tese” é de um superdragão, de um diabo vermelho ou de um juveleo. O que interessa aqui mais é o estado do ensino superior português, politécnico no caso.

 

Um artigo de Carlos Fiolhais (20170523) em http://dererummundi.blogspot.pt/2017/05/a-tese-de-mestrado-em-gestao-do.html#comment-form

Aceda aqui à tese completa